mais sobre mim

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Para mais informações

grupoapbarreiro@sapo.pt

Contador de Visitas

contadores gratis
contadores gratis
Locations of visitors to this page
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

Auto-Avaliação

Ao longo deste período, o nosso trabalho centrou-se na organização e procura de uma linha condutora para o desenvolvimento do projecto. As nossas principais preocupações foram tornar a população e a cidade mais unidas, encontrar formas para desenvolver a cidade essencialmente a nível artístico-cultural, tendo em conta que é esta a área em que estudamos e pretendemos trabalhar.

Talvez as nossas maiores lacunas sejam a nível do reconhecimento histórico do Barreiro, formatação visual do blog e, apesar de iniciados, falta-nos também apresentar informações baseadas em dados estatísticos e apresentação de projectos concretos que impliquem com a reorganização territorial da Cidade. Pretendemos corrigir estes aspectos ao longo do concurso sem nunca esquecer o que já foi alcançado, mantendo uma linha de coerência no desenvolvimento do trabalho.

Olhando para qualquer cidade com todas as falhas e virtudes que tem, não podemos identificar imediatamente tudo o que deve ser mantido ou alterado. É preciso um maior envolvimento no projecto e estreitarmos nós próprios, a ligação com a nossa cidade, para podermos chegar a um nível de maior compreensão do trabalho e, a partir, daí desenvolvê-lo com mais qualidade. Por este motivo, demos tanto relevo à fase inicial do projecto, onde o mais importante é delinear os pontos mais críticos da cidade e, com os recursos que temos, saber até onde podemos chegar, até onde o nosso trabalho pode realmente fazer a diferença e melhorar a cidade. Outro aspecto bastante importante é, dentro do próprio grupo, reconhecermos as nossas capacidades e aptidões e encontrar o melhor método de trabalho para atingirmos o máximo rendimento.

Demos o nosso melhor, dentro do tempo e das limitações que tivemos e vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar o nosso rendimento e corrigir as falhas que identificámos, no trabalho até agora desenvolvido. Estamos abertos a sugestões e críticas, pois podem existir erros que estejamos a cometer ou conteúdos importantes em falta, aos quais não estamos a dar o devido destaque ou que nos passaram despercebidos.

Uma vez que é com as críticas que crescemos, qualquer pessoa dentro ou fora do concurso que queira dar-nos sugestões, este é o local ideal para as fazer.

 O mais importante neste concurso não é a competição, mas sim demonstrar ao país que uma iniciativa, com a colaboração e organização de centenas de jovens e professores, pode fazer a diferença e, com pequenos passos, melhorar as cidades portuguesas e melhorar Portugal

Nossa nota no final do 1º. Período:

18


sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 21:59
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Dezembro de 2007

Exposição da Companhia União Fabril - CUF

Quinta-feira , dia 27 de Dezembro, fomos conhecer a exposição sobre a Quimiparque, ao Auditório Augusto Cabrita, no Parque da Cidade.

4-Parque da Cidade

 

 

Ficámos surpreendidos, pois pensámos tratar-se de uma exposição mais elaborada. No entanto, foi interessante e de certa forma informativa, sobre os planos inovadores para a Quimigal.

Na exposição, davam-nos a conhecer, através de mapas, as zonas que projectaram para comércio, indústria e habitação, nos parques industriais. Podem ver com maior pormenor o mapa, aqui.

 

Através de um vídeo podiamos ficar a conhecer um pouco mais da evolução dos Parques da Quimiparque.

PC274039

 

Ainda apresentava um concurso realizado,  para eleição de um novo logotipo da Quimiparque, que contava com múltiplas participações públicas.

PC274035

 

PC274031

 

 Primeiros Classificados: Em cima, o 1º lugar, Luís Miguel; à esquerda, 2º lugar; à direita, 3º lugar

 

PC274034

 

Outras participações

 

Tornou-se gratificante esta visita ao Auditório Augusto Cabrita para nos sentirmos mais por dentro do desenvolvimento deste projecto. Porém, achámos que, para compor e tornar a exposição mais informativa, poder-se-ia ter dado mais relevância à história do parque industrial e ainda, ter apresentado as datas já estabelecidas, à implantação deste projecto.

sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 22:17
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Indústria Química - Companhia União Fabril

 Actualmente, a actividade empresarial e urbana da Quimiparque está em discussão pública no Barreiro.

Por esta razão, antes de darmos a conhecer o desenvolvimento deste novo projecto, considerámos importante divulgar aqui um pouco da história da CUF.

PC304044

 

No ano 1865, organiza-se o Grupo CUF, que cria fábricas de sabão, óleo e velas, em Alcântara. Mais tarde, as fábricas expandem-se por Lisboa, Barreiro, Alferrarede, Soure, Canas de Senhorim e Mirandela e emprega, então, 16 mil pessoas.

 

No Barreiro, é Alfredo da Silva que cria, em 1907, as fábricas químicas da CUF.

O desenvolvimento das fábricas de ácido sulfúrico e adubos torna necessário a contratação de operários e a criação de um Bairro Operário com diversos centros de entretenimento e de educação, para os mais qualificados e suas famílias. Os restantes seriam encaminhados para outros Bairros, como o Bairro das Palmeiras.

 

PC304042

 

Mais tarde, na década de 30 e 40, ainda é criada uma escola primária, um refeitório e uma colónia de férias para os filhos dos trabalhadores e na década de 50, constroem-se instalações desportivas e culturais para promover o convívio entre os operários.

PC304043

 

O Barreiro torna-se o maior centro fabril do País, com mais de 800 operários, transformando a zona ribeirinha em centros de produção de adubos.

 

PC304046

 

Em 1977, a CUF dá lugar à Quimigal EP, que em 1989, se apresenta como Quimiparque Parques Empresariais para gestão de terrenos, patrimónios, edifícios e rede de infra-estruturas.

 

Presentemente, a CUF pertence ao Grupo José de Mello e pretende o «Desenvolvimento Empresarial e Urbano do Território da Quimiparque». Para isso, o projecto desenvolvido está em exposição em vários espaços públicos do Barreiro para discussão pública, até ao final do ano de 2007.

 

Neste momento, está no Auditório Augusto Cabrita e lá que nós o vamos conhecer e dar a nossa opinião.

 

 

 

 

 

sentimo-nos: Cultos !
publicado por barreirocriativo às 10:22
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Dezembro de 2007

BOAS FESTAS

PC224021

 

O  Grupo BarreiroCriativo deseja, a todos os seus visitantes, um Feliz Natal.

 

Anseia, que todos tenham um...

 

... Bom espírito natalício,

    Onde ficar,

    Mesa de consoada,

 

    Natal,

    Amigos,

    Tradições,

    Alegria,

    Lido estes votos !

   

Sem título

sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 21:28
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Exposição Alusiva ao Centenário do Nascimento de Miguel Torga

   miguel torga
Damos destaque á exposição que se irá realizar entre 15 de Dezembro e 15 Janeiro, na Biblioteca Municipal do Barreiro. Uma exposição evocativa ao Centenário do Nascimento de Miguel Torga, pseudónimo de Adolfo Correia Rocha, nascido em São Martinho da Vila, Trás-os-Montes em 1907.
 
 “Sob o mote “Ode à Poesia”, trata-se de uma exposição bio-bibliográfica, constituída por 21 painéis com textos extraídos das obras do autor e que conta com os livros existentes na Biblioteca de um dos maiores escritores portugueses do século XX, o primeiro a quem foi atribuído o prémio Camões, no ano de 1989.”
Informação retirada de www.cm-barreiro.pt/
 
Não percam a oportunidade de passar pela biblioteca do Barreiro, no horário abaixo mencionado, e conhecer mais sobre este grande escritor.
 
Segunda-feira, das 14.00 às 17.45; de terça a sexta-feira, das 9.30 às 22.30; e sábado, das 9.30 às 12.30 e das 14.00 às 17.45 horas.
 
 
Ode à Poesia- Miguel Torga (1946)

Vou de comboio...
 
Vou
Mecanizado e duro como sou
Neste dia, 
E mesmo assim tu vens, tu me visitas!
Tu ranges nestes ferros e palpitas
Dentro de mim, Poesia!

Vão homens a meu lado distraídos
Da sua condição de almas penadas;
Vão outros à janela, diluídos
Nas paisagens passadas...
E porque hei-de ter eu nos meus sentidos
As tuas formas brancas e aladas?

Os campos, imprecisos, nos meus olhos,
Vão de braços abertos às montanhas;
O mar protesta contra não sei quê;
E eu, movido por ti, por tuas manhas,
A sonhar um painel que se não vê!

Porque me tocas? Porque me destinas
Este cilício vivo de cantar?
Porque hei-de eu padecer e ter matinas
Sem sequer acordar?

Porque há-de a tua voz chamar a estrela
Onde descansa e dorme a minha lira?
Que razão te dei eu
Para que a um gesto teu
A harmonia me fira?

Poeta sou e a ti me escravizei,
Incapaz de fugir ao meu destino.
Mas, se todo me dei,
Porque não há-de haver na tua lei
O lugar do menino
Que a fazer versos e a crescer fiquei?

Tanto me apetecia agora ser
Alguém que não cantasse nem sentisse!
Alguém que visse padecer,
E não visse...

Alguém que fosse pelo dia fora
Neutro como um rapaz
Que come e bebe a cada hora
Sem saber o que faz...

Alguém que não tivesse sentimentos,
Pressentimentos,
E coisas de escrever e de exprimir...
Alguém que se deitasse
No banco mais comprido que vagasse,
E pudesse dormir...

Mas eu sei que não posso.
Sei que sou todo vosso,
Ritmos, imagens, emoções!
Sei que serve quem ama,
E que eu jurei amor à minha dama,
À mágica senhora das paixões.

Musa bela, terrível e sagrada,
Imaculada Deusa do condão:
Aqui vou de longada;
Mas aqui estou, e aqui serás louvada,
Se aqui mesmo me obriga a tua mão!
sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 23:33
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Augusto Cabrita

Achámos importante explicar quem foi este grande nome da fotografia em Portugal, por tudo o que deu ao nosso País, por tudo o que trouxe ao Barreiro e para melhor perceberem o porquê do concurso de fotografia, já  aqui mencionado, ter o seu nome.

 

Augusto-Cabrita_pai

 Augusto Cabrita é natural do Barreiro, nasceu a 16 de Março de 1923.

 

Apesar de se ter interessado muito cedo por fotografia e música, só se lhes dedicou inteiramente, quando concluiu os estudos.

 

No fim da década de 40 participou em certames Nacionais e Internacionais de fotografia, onde ganhou alguns prémios e em 1956 abre o seu estúdio de fotografia no Barreiro.

No período seguinte, colaborou com fotojornalistas, foi correspondente de diversas publicações internacionais e tornou-se colaborador independente da RTP, em 1957, onde participou na série publicitária, “Vamos jogar no Totobola” e no programa “melomania”do musicólogo Luís de Freitas Branco.

 

Na década de 60, Augusto Cabrita dedica-se mais ao cinema.

- Em 1964, é convidado por Fernando Lopes para director de fotografia Belarmino;

- Assina a fotografia de “As Ilhas Encantadas”, de Carlos Villardebó, protagonizada por Amália Rodrigues;

 

Em 1978, assinou um dos documentos, para si, mais relevantes. “Histórias de Comboios”, conta a primeira viagem de comboio, de duas crianças. O mesmo percurso que Hans-Christian Andersen fizera, na sua vinda a Portugal, a casa da família.  

      

A 1 de Fevereiro de 1993, Augusto Cabrita faleceu e  cinco anos mais tarde, o Ministério da Educação decidiu dar o seu nome, a uma Escola Secundária do Barreiro, no Alto Seixalinho. 

 

Hoje, o Estúdio de fotografia no Barreiro está nas mãos do seu filho. Augusto Cabrita filho, tem feito participações individuais na área da fotografia  não só em Portugal, como também no estrangeiro. 

 

Augusto Cabrita

                                     
sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 14:59
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

Feira de Artesanato no Barreiro

Cartaz Feira de Artesanato

 

Com esta Feira de Natal pretendemos não só trazer movimento à cidade, como também divulgar um pouco do trabalho de Artesãos locais. Deixamos aqui os links para que possam conhecer mais sobre cada um deles:

www.ArtDePendente.blogspot.com - Joana Belo

www.flickr.com/photos/88894503@N00/ -Mafalda Ribeiro e Elsa Belo

www.pedacinhosdearte.blogspot.com - Helena Salazar

www.Pinduricos.blogspot.com - Ana e Andrea Frias

 

Sem endereço:

- Isabel Seruca

- Maria Esguelha

 

Achamos importante criar este tipo de estímulos culturais, pois é através da observação de várias obras que se chega à criação de outras e é nosso objectivo estreitar a ligação entre o Barreiro, os Barreirenses e a Arte.

Como indicado no Cartaz, não deixem de nos visitar no Parque da Cidade, no fim-de-semana de 15 e 16 de Dezembro, na tenda junto ao Pavilhão Municipal Augusto Cabrita, entre as 10h e as 17h.

 

Divirtam-se e boas compras;P

 

sentimo-nos:
publicado por barreirocriativo às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

pesquisar

 

posts recentes

O Barreiro daqui a 15 ano...

Esboços

Agenda Cultural de 2 a 9 ...

Pedro e o Lobo

Tree Parade 2008

Rock in Cascos

Concurso E.S. Casquilhos ...

Feira Pedagógica VII

Esboços

Agenda Cultural de 26 a 2...

Concurso "Young People an...

Tree Parade 2008

Agenda Cultural de 19 a 2...

Proposta para o Futuro do...

Esboços

Exposição de Paulo Freixi...

Agenda Cultural de 12 a 1...

Actualização do quadro de...

Fim de Linha

5ª edição do Out Fest - B...

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links

Deixa-nos as tuas sugestões



blogs SAPO

subscrever feeds